Procedimentos de Avaliação

PROCEDIMENTOS DA AVALIAÇÃO DISCENTE, de acordo com o disposto no parágrafo 2º do Art. 4º do Decreto 5.622, de 19/12/2205.

O rendimento escolar será avaliado por meio de acompanhamento contínuo do aluno e dos resultados por ele obtidos nas atividades, ao longo dos períodos letivos e no exame final. As atividades acadêmicas, para fins de avaliação progressiva do rendimento acadêmico, poderão constar de provas parciais escritas, trabalhos de pesquisa, exercícios, relatórios, arguições, relatórios de aulas práticas e visitas, seminários, viagens de estudo, estágios e outras formas de verificação, previstas no Plano de Ensino.

A avaliação de desempenho final dos alunos nas disciplinas dos cursos de graduação da FACVEST é composta pela média de três notas, sendo duas notas referentes às provas presenciais e uma nota de trabalhos complementares individuais, trabalhos complementares em grupo, participação em atividades virtuais ou outra modalidade avaliativa.

Na modalidade a distância (EAD), válido para todos os cursos de graduação, as avaliações de desempenho presenciais escritas terão prioridade sobre as demais atividades avaliativas. Desta forma, as duas notas de provas presenciais terão o peso de 70 (setenta)% na média final obtida pelo aluno na disciplina, sendo utilizada a seguinte fórmula para aprovação:

Média Final = (Prova Presencial1 + Prova Presencial2) + (Trabalhos Complementares Individuais + Trabalhos Complementares em Grupo + Trabalhos Complementares Virtuais + outras atividades avaliativas) x 0,3

Média Final = (PP1 + PP2) x 0,7 + (TCI + TCG + TCV + Outras) x 0,3


As provas e avaliações, assim como as notas, deverão ser devolvidas aos alunos em até dez (10) dias após a realização das mesmas, exceto os exames finais da disciplina, que deverão ser anexados à Ata de Exame e entregues na Secretaria Geral.

A nota da disciplina não deverá ser revelada pelo professor, em hipótese alguma. Esta será oferecida ao aluno via internet, através de senha.

Média Final da Disciplina

O exame final da disciplina será realizado no final de caderno pedagógico, com as datas fixadas, previamente, pelo Calendário Acadêmico e, posteriormente, detalhadas em

Calendário de Exames.

Será considerado automaticamente aprovado o estudante que obtiver na disciplina média semestral igual ou superior a 7,0 (sete).

Caso o aluno não consiga atingir a média semestral de 7,0 (sete) na disciplina, mas sua média seja maior ou igual a 3,0 (três), este poderá prestar Exame Presencial, cuja média mínima final (média entre a nota semestral e a nota de exame) a ser atingida será 5,0 (cinco).

As verificações e exames só poderão ser aplicados pelo Professor da disciplina, observando sempre o Calendário de Exames.

O Professor deverá devolver à Secretaria os exames finais, com ata de exame, devidamente assinados. As atas de exames deverão ser obtidas junto à Secretaria.

Época das provas e exames

As provas serão realizadas de acordo com o calendário escolar estabelecido pelas Coordenações de Curso.

Arredondamento de Notas

A média semestral será apurada com somente uma casa decimal. O professor deve arredondar a casa decimal para 0 (zero) ou 5 (cinco), antes do envio à Secretaria.

Realização das Provas em Época Especial

O acadêmico que deixar de realizar uma prova e/ou exame, no período fixado e cujos motivos de ausência forem acolhidos pela Instituição, deve formalizar o pedido para fixação da data da realização da prova, no prazo máximo de até 5 (cinco) dias úteis, a partir da data fixada para a realização da referida avaliação.

A fixação da data de realização da avaliação e/ou exame em época especial, deverá ser comunicada pelo coordenador de curso à Secretaria Geral.

Para efeitos de análise, considera-se motivo de impedimento à realização da(s) prova(s):
impedimento legal – aquelas em que o acadêmico deixou de comparecer à verificação da aprendizagem para atender a uma convocação judicial;
estado de saúde – doença que impeça o discente de se deslocar até o estabelecimento, circunstância essa que deve sempre ser reconhecida mediante atestado médico;
outros motivos de força maior.
 
Ao preencher o requerimento, o acadêmico deverá anexar:
– comprovante de recolhimento da taxa;
– comprovante do motivo de impedimento.
O professor somente aplicará a prova e/ou exame em época especial, após o recebimento da autorização expedida pelo coordenador do curso.
 
Revisão das provas
 
São passíveis de revisão as avaliações, provas e exames finais.
O processo de revisão de prova será formalizado quando o diálogo entre aluno e professor não dirimir a dúvida levantada.
O acadêmico interessado deverá requerer, junto à Central do Aluno seu pedido em até 72 (setenta e duas) horas a contar da data da publicação da notas.
Cientificado do requerimento, o coordenador do curso constituirá uma banca composta de três professores da área para análise do mérito e da prova ou exame. O professor da disciplina e o aluno requerente serão ouvidos pela Banca.
Efetuada a revisão, deverá ser emitido um parecer da banca examinadora, por escrito.
Cabe à coordenação do curso informar à Secretaria Geral para o devido registro acadêmico.